sexta-feira, 2 de julho de 2010

Dores abdominais, lombares e pélvicas mais comuns

Na rotina do consultório, algumas perguntas são bastante frequentes entre as gestantes. Então, aos poucos vou trazê-las para o site com as respostas que costumo dar para minhas pacientes. Se você tiver alguma sugestão ou pergunta para ser discutida aqui, envie-me um email: angelarios2@gmail.com

Quase toda mulher grávida apresenta pelo menos uma vez um sintoma doloroso na região abdominal, lombar ou pélvica. Isto é compreensível, já que a região está sofrendo instensas mudanças e adaptações e a atenção da mamãe voltada quase que totalmente para "o próprio umbigo". Veja se você já identificou algum destes sintomas e saiba como é o tratamento:


- Dor em "pontada" ou "agulhada" em pontos específicos do abdomem, que muda de lugar e é desencadeada por mudança de posição e permanece por poucos minutos: pode ser um sintoma de gases intestinais. A redução da motilidade da musculatura lisa, associada à compressão do intestino e deslocamento do mesmo pelo útero aumentado poderá provocar o aparecimento de constipação intestinal e hemorróidas. Para evitar esse incômodo, consuma alimentos ricos em fibras e beba bastante água, faça massagem abdominal e movimentação abdominal e pélvica, conforme as figuras acima:

- Dor "esticando" o abdomem: As mulheres magrinhas e aquelas com melhor tônus no músculo abdomem podem senti-lo esticar, principalmente lá pelo 4° mês de gestação. Essa sensação não é exatamente dolorosa, mas pode ser incômoda, pois permanece por vários dias ou meses. Alongamento dos musculos desde o início da gravidez pode amenizar o desconforto.

- Dor "profunda" na região lateral inferior do abdomem: estiramento do ligamento uterino. Não é tão comum, mas a mulher pode perceber um estiramento no ligamento largo do útero quando muda de posição, principalmente virando-se na cama. A dor é sentida do lado oposto ao que está apoiado na cama, é forte quando muda de posição e vai aliviando rapidamente, conforme a barriga "se acomoda". Não é grave, mas não há como prevenir ou tratar. O recomendado é virar-se devagar e apoiar a barriga em um travesseiro.

- Dor em baixo vente ou "no pé da barriga": A dor na região baixa da barriga é o desconforto mais comum entre as minhas pacientes. Essa dor pode ser pelo aumento do volume abdominal, que causa sobrecarga da musculatura, neste caso a dor é de fadiga muscular, aparece em estágios mais avançados da gravidez (por volta de 6 meses) e tende a piorar no final do dia ou após períodos em pé ou andando, melhora com o repouso. Uma cinta abdominal ajuda a suportar o peso e melhora o sintoma, aliviando também a sobrecarga lombar, mas o melhor tratamento é fortalecimento abdominal iniciado o quanto antes.


-

Dor ao mudar de posição a noite ou subir degraus, articulação frouxa
(dor sacroilíaca): Esta é muito comum e muito limitante, principalmente quando há um ganho excessivo de peso, fraqueza muscular e pouco intervalo entre as gravidezes. A gestante "trava" quando tenta se virar na cama, e sente como se os ossos do quadril estivessem soltos. E estão mesmo! O hormônio relaxina é responsável por "amolecer" as articulações do quadril, favorecendo a abertura para a passagem do bebê. Para prevenir, exercícios de fortalecimento da musculatura do quadril. O tratamento depende da gravidade do caso, pode exigir mobilização passiva e recursos de eletroterapia.

- Dor na sínfise púbica, dor no púbis: a dor na região púbica tem a mesma causa que a dor sacroilíaca: frouxidão ligamentar. Os ossos do quadril são unidos no púbis por uma cartilagem que "se alarga" para aumentar o diâmetro da pelve, preparando o corpo para o parto. Geralmente a dor piora no final do dia ou após atividade intensa e é mais comum no final da gestação. Exercícios de mobilização pélvica, como o gato, tendem a melhorar o sintoma.

- "Barriga dura": as chamadas contração de Braxton-Hicks são contrações uterinas que acontecem ao longo de toda a gravidez, sendo cada vez mais facilmente percebidas com a evolução da mesma. A barriga fica dura, sem provocar dor, mas a mulher muitas vezes precisa parar o que estiver fazendo até a contração passar.


- Dor lombar: a dor lombar é, sem dúvida, a queixa mais comum entre as gestantes. Causada pela sobrecarga que a mudança na distribuição de peso promove na região, a dor lombar é mais forte e mais comum naquelas mulheres que já apresentavam o sintoma antes da gravidez. As atividades de trabalho, os calçados, alterações posturais, ganho excessivo de peso e fraqueza muscular influenciam diretamente a lombalgia. O tratamento pode ser feito com manipulação, exercícios e eletroterapia, sendo indicado de acordo com cada caso. Quando associação com pinçamento do nervo ciático, é chamada de lombociatalgia.

- Dor ciática: A dor ciática está associada quando há compressão do nervo ciático (ou esquiático) cuja raiz emerge da coluna lombar. É uma dor "em linha" que passa pela região posterior da perna, podendo chegar até os pés. Em casos mais graves causa sensação de formigamento e dificuldade de movimento. É preciso uma avaliação cuidadosa para definir o tratamento, que inclui exercícios, mobilização e eletroterapia.

- Dor na virilha (Síndrome do piriforme): O piriforme é um musculo profundo que fica na região glútea. Quando há uma contratura deste músculo, ele pinça os nervos da região e provoca dor no glúteo que "caminha" para a virilha, pode causar também sintomas de formigamento nessa região. A dor geralmente aparece rapidamente e não melhora até que seja feito o tratamento correto. Muitas vezes é confundido com lombociatalgia. O tratamento exige exercícios que alongem essa musculatura, pode ser necessário mobilização.

Os exercícios mostrados aqui são alguns dos que você pode fazer durante a gravidez para melhorar estes desconfortos. Mas, lembre-se: com a supervisão de um especialista o resultado é sempre melhor e mais seguro!




Escrito Por: Angela Rios
Fotos: Angela Rios

20 comentários:

  1. EU ADOREI TUDO,EU GOSTARIA DE SABER PQ GESTANTES PEGAM INFECÇÃO? EU ESTOU NO COMEÇO DA MINHA GRAVIDEZ,E ESTOU SENTINDO MUITAS DORES,JÁ PASSEI NO MEDICO,ELE ME RECEITOU CEFALEXINA,MAS AINDA NUM PASSOU,PELO CONTRARIO ATÉ PARECE QUE ESTÁ PIORANDO,ESTOU PREOCUPADA,POR FAVOR ME DA UMA ORIENTAÇÃO,MEU e-mail É simone_pereira00@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Dra. sinto muitas dores na lateral (direita) e muitas vezes no pé da barriga, ambas são dores fortes quando acontecem. Goastaria de saber o que pode ser e o que tenho que fazer. Já sinto contrações também e muitas vezes com dores. Me ajude por favor. Estou com 33 semanas, porém as dores já começaram quando já tinha 6 meses. Grata, dannycoelho13@yahoo.com.br, Daniela

    ResponderExcluir
  4. DRª gostaria de saber sua opnião;faz algumas semanas que não ando me sentindo bem,sinto dores tipo colicas menstruais e ainda não estou perto dos meus dias,sinto dores nas cadeiras como se estivessem se abrindo,onde me incomoda ate quando estou deitada,fico me virando na cama por varias horas ate que o sono me vença pois não consigo dormir,é uma dor enjoada...essas dores fazem com que me sinta desconfortavel ate quando vou comer qualquer coisa e me enfaro,logo vem um mal estar,que parece que estou mal do figado,me da nauseas e as vezes asia.eu descartei a possibilidade de uma gravidez pois menstruei normal do dia 30 de março ao dia 4 de abril,espero ansiosa sua opnião.obrigada pela ateção.
    fsabrinnadiazborba@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. Prezada,

    estou no 4o mês de gestação e tenho sentido muito esta dor que a senhora descreve como "esticando" o abdomem, em especial quando tenho um dia cansativo. Gostaria de saber quais exercícios são indicados para aliviar este incômodo.

    Desde já agradeço pela atenção,

    Camila

    ResponderExcluir
  6. BOm dia,
    Dra. Essas Dores no pé da barriga, principalmente lado direito, pode ser apêndice na gravidez?, as minhas não bem agudas, qndo me mexo, levanto, subo escada ou até mesmo no banho ao lavar os pés, vestir algo..etc..

    ResponderExcluir
  7. estou com um nes de gravidez sinto dores no pe da bariga como cólicas .e normal pois tenho muito medo pois ja perdie um bebe.tammara566@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Dra,estou sentindo muita dor no pé da barriga,e a noite quando estou dormindo acordo com forte dores quando fico com vondade de fazer xixi,meu seios estao doendo minha mestruação veio com 3 dias de atraso mes passado e ainda nao veio esse mes,sera que essas dores pode ser uma possivel gravidez? Por favor me responda. Meu email > ade_mafiosa@hotmail.com Muito obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  9. Olá doutora,

    Creio que meu caso esteja associado com os de algumas outras, aqui relatados. Estou com 30 semanas de gestação e tenho passado por momentos muito difíceis. Sou mãe de primeira viagem e fico muito assustada com certas dores achando que há algo de errado com o bebê. Sinto várias dores e, embora eu faça exercícios recomendados, elas nunca passam. Antes da gravidez, menstruar era um suplício pra mim, eu sentia muita cólica e vivia na base de atestados quando era o período. Com a gravidez as dores (cólicas) não cessaram e o médico dizia que era normal. Essas dores no baixo ventre começaram a piorar no 6° mês associadas com fortes dores na lombar. Outra dor que me incomoda muito e me preocupa, é uma dor bem no meio do peito bem no começo das costelas; com esta dor eu não conseguia dormir de barriga pra cima pois me faltava ar e agora com estas dores na costa, eu não consigo dormir de jeito nenhum pois não consigo ficar de lado que piora. Procuro sempre saber o que está acontecendo com o meu corpo e algumas coisas, alguns sinais me preocupam mas o médico sempre diz que é natural da gravidez e me receita um paracetamol para as dores. Por favor, me dê uma opinião diferente da deste médico. Dor demasiada não é sinônimo de naturalidade. Tudo o que eu quero é uma gestação tranquila. Aguardo resposta pelo meu email: aninha.daluz@hotmail.com

    Att.

    ResponderExcluir
  10. Dr. tenho tres filhos, o ultimo tem seis anos, posso ter parto normal, visto quue com trinta e duas semanas ja estou com dois dedos de dilataçao. bjs fafabiana54@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. Prezada doutora
    to sentindo dores na regiao dos quadris e no pe da barriga sao dores leves que as vezes dao algumas pontada quando me abaixo quando ando e fico sentada por muito tempo minha mestruacao mes passado veio normal so que a mas ou menos uns tres meses parei de tomar anteconcepcional porque quero engravidar o que pode ser essas dores....
    por favor me responda tenho medo de ser algo grave.
    pode ser por email
    alanaevinny@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Visite também: missaomadrinhacasamento.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. estou com 3 meses de gestacao e sinto muita dor na parte de traz das costas acima dos gluteos e normal? sempre no final do dia quando ja estou deitada leila_.gata@hotmail.com

    ResponderExcluir
  14. Bom dia, Doutora!
    Ao me virar na cama senti uma forte dor no lado direito da barriga, estou no meu 3º mês de gestação, já estou a cinco dias sentindo dores no abdome, lado direito e parte superior da barriga, é como eu tivesse distendido algum músculo, são dores continuas, dependendo da atividade que faço doí mais, fiz uma untra recentemente preocupada com com o bebê e graças a Deus ele tá ótimo, a questão sou eu mesmo, por favor peço sua ajuda!

    ResponderExcluir
  15. Boa noite,
    Ontem tive relações com o meu esposo e logo depois começei a sentir cólica e a minha barriga ficou bem dura, passei a tarde deitada mas mesmo assim a barriga continuou bem rígida. Hoje estou sentindo bastante desconforto, como se fosse um peso no baixo ventre. Não tive sangramento. Estou com 21 semanas. É normal ou eu devo procurar um médico? Obrigada
    amablycrepaldi@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. Bom dia dra. Bem... Tomo anticoncepcional a varios anos,a 2 meses mudei de ciclo 21 para selene.Nunca tomei certinho,porém minha menstruação sempre veio normal.
    Inclusive mes passado.
    Só que esse mês ela só veio melando uma borra de café,tão pouca que nem usei absorvente,só sinto cólicas e dores nas costas.
    Ficou sujando por 5 dias só sujava não descia feito menstruação.Agora só sai um catarrinho bem clarinho.
    A semana passada comi uma bolacha salgada e fiquei passando mal quase desmaiei.
    Sinto azia e as vezes nauseas.
    O mês passado tomei meu anticoncepicional assim: Dia sim e dia não.
    Posso estar gravida?
    Não sei se o teste de farmacia ja acusa um positivo.
    Por favor aguardo anciosa a resposta.
    vaneska.hcpapeis@hotmail.com

    ResponderExcluir
  17. Bom dia dra. Bem... Tomo anticoncepcional a varios anos,a 2 meses mudei de ciclo 21 para selene.Nunca tomei certinho,porém minha menstruação sempre veio normal.
    Inclusive mes passado.
    Só que esse mês ela só veio melando uma borra de café,tão pouca que nem usei absorvente,só sinto cólicas e dores nas costas.
    Ficou sujando por 5 dias só sujava não descia feito menstruação.Agora só sai um catarrinho bem clarinho.
    A semana passada comi uma bolacha salgada e fiquei passando mal quase desmaiei.
    Sinto azia e as vezes nauseas.
    O mês passado tomei meu anticoncepicional assim: Dia sim e dia não.
    Posso estar gravida?
    Não sei se o teste de farmacia ja acusa um positivo.
    Por favor aguardo anciosa a resposta.
    vaneska.hcpapeis@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. Dr. Estou com 23 semanas de gestação, sinto muitas dores ao redor do umbigo da pra sentir que minha bebe está com a cabeça por perto mesmo assim é uma dor muito ruim ao redor do umbigo é normal? Gostaria de saber tbm se quando me abaixo ou quando uso alguma coisa um pouco mais apertada pode machucar a bebê.. Obrigada!

    ResponderExcluir
  19. Dr.estou com 23 semanas de gestação sinto muitas dores ao redor do umbigo gostaria de saber se é normal, e também se quando eu abaixo ou coloca alguma roupa mais apertada se pode machucar a bebê.. Obrigada.email Natasha tarde o ling mail.com

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Por favor, deixe seu nome e e-mail para que eu possa responder o comentário. Obrigada pela visita!