Anticoncepcionais com baixa dosagem hormonal

Existem vários tipos de métodos que ajudam a prevenir gestação indesejada, mas o mais comum entre eles com certeza é a pílula anticoncepcional.

A pílula basicamente se utiliza de hormônios específicos que inibem a ovulação feminina, por conta disso, trata-se de uma estratégia bastante eficiente na vida de mulheres que desejam planejar ser mãe no tempo certo ou até mesmo quando a mulher não deseja ter um filho em hipótese nenhuma.

Nos dias atuais, existe uma lista de anticoncepcionais com baixa dosagem hormonal, ajudando muitas mulheres a se adaptarem melhor ao remédio.

Existem vários tipos de métodos que ajudam a prevenir gestação indesejada, mas o mais comum entre eles com certeza é a pílula anticoncepcional.

A pílula basicamente se utiliza de hormônios específicos que inibem a ovulação feminina, por conta disso, trata-se de uma estratégia bastante eficiente na vida de mulheres que desejam planejar ser mãe no tempo certo ou até mesmo quando a mulher não deseja ter um filho em hipótese nenhuma.

Nos dias atuais, existe uma lista de anticoncepcionais com baixa dosagem hormonal, ajudando muitas mulheres a se adaptarem melhor ao remédio.

Para quem não sabe, o método anticoncepcional é basicamente composto por pequenos comprimidos que devem ser ingeridos diariamente. Todo dia, a mulher tem que tomar ele no mesmo horário, para que o efeito seja eficaz.

De forma geral, boa parte das marcas de remédios do gênero, são constituídos por dois hormônios básicos: O Estrogênio e a Progesterona. Como se sabe, os ovários de uma mulher produzem tais hormônios. E os contidos na pílula são muito similares aos produzidos naturalmente por ela.

O artigo de hoje irá esclarecer todas as dúvidas pertinentes ao assunto e ainda irá te mostrar quais os melhores remédios para prevenção da gravidez. Tenha uma boa leitura!

Porque a pílula anticoncepcional evita uma gestação?

Todos sabemos que tais pílulas inibem a gravidez, como também é usada para diversos outros fins. Mas o que quase ninguém sabe, é que esse remédio possui esse efeito no organismo, justamente porque possui uma combinação hormonal que suprimi uma glândula chamada de Pituitária.

Esse fato impede que o óvulo seja liberado e se desenvolva, ou seja, evita a ocorrência do fenômeno da ovulação.

Além disso, a Progesterona presente na pílula também dificulta o objetivo do esperma, que é alcançar o óvulo. Para quem não sabe, existem minipílulas que só possuem esse hormônio, e como ele impede o esperma de se encontrar com o óvulo, a gravidez também é prevenida.

Afinal, qual o melhor tipo de Anticoncepcional para você?

Por existir uma variedade importante dessas pílulas, a mulherada acaba ficando em dúvida sobre qual usar e qual é a melhor para ela. Primeiramente, é fundamental ir ao médico e perguntar quais são as melhores de acordo com o seu perfil. Caso você já tenha alguma em mente, verifique com ele se ela é boa para você antes e tomá-la.

Ao descobrir qual a marca do remédio que é perfeita para seu caso, você deve falar com seu médico sobre dosagens. Existe mulher, por exemplo, que não pode ingerir estrogênio, e por isso, no caso delas, a pílula de Progesterona é a ideal. Saia do médico com a certeza do que você pode tomar e a dosagem correta. Não tenha medo de perguntar nada!

Pílulas Anticoncepcionais são eficazes mesmo?

Certamente você já deve ter ouvido alguém dizer que fulana engravidou tomando a pílula, não é mesmo? Acontece que esse método é muito eficiente, mas tem um, porém: Você deve tomar todos os dias e exatamente no mesmo horário.

Se durante esse período você acabar tendo alguns sintomas como desinteira ou presença de vômitos, alie o método com um preservativo. No geral, é sempre bom aliar dois tipos de métodos contraceptivos. Lembrando que a camisinha é fundamental porque somente ela previne você de ter alguma doença Sexualmente Transmissível.

Para você ter uma noção da eficácia da pílula, cerca de oito a cada cem mulheres engravidam quando tomam tipicamente o medicamente e somente uma a cada cem acaba engravidando, quando toma o remédio de forma perfeita e corretamente. E essa escala engloba tantos as pílulas combinadas, como as que possuem apenas a Progesterona.

Com números mais precisos, basicamente uma mulher tem apenas um por cento de chances de engravidar, se tomar corretamente o remédio.

Claro que é difícil não se esquecer de tomar e acabar tomando em horários diferentes, e é justamente por causa disso que no geral a pílula é vista como um método de noventa e dois por cento de segurança. Ou seja, a parcela de mulheres que não tomam de forma adequada apresenta mais chances de engravidar indesejavelmente.

Quais os maiores benefícios de se usar Pílula Anticoncepcional?

É bem comum você encontrar meninas e mulheres que usam a pílula, não necessariamente apenas para evitar gravidez. Ela serve também para outros problemas, tais como ciclo menstrual irregular, sintomas da Tensão Pré-Menstrual (TPM), Acnes e Endometriose. Conheça melhor sobre cada benefício que o medicamento pode trazer:

Regularização do ciclo Menstrual e diminuição do período

 Mulheres que não em um ciclo certinho, podem tomar a pílula para solucionar esse problema. Dessa forma, a Menstruação começa a vir periodicamente a cada vinte e oito dias. Além disso, o fluxo diminui. Salientando que a dosagem de hormonal da pílula nesse caso é baixa.

Previne o surgimento de Acnes

A pílula evita que espinhas se formem, justamente porque a maioria dos hormônios que constituem agem dessa forma no organismo feminino. Porém, o efeito não é imediato. É preciso ter paciência, porque você pode levar meses para observar uma efetiva melhora nas acnes.

A ocorrência de cólica diminui ou acaba totalmente

Mulheres e meninas que sofrem demais com episódios fortes de cólicas, também acabam fazendo tratamento com a pílula, que agem no organismo diminuindo a intensidade das dores e até acabando de vez com suas ocorrências.

Benefícios extras

Pelo fato do fluxo sanguíneo da menstruação diminuir com o uso do medicamento, as chances de ter quadros de anemia se reduz significativamente. Além disso, diminui o risco de aparecimento de câncer do Endométrio, do ovário e de cistos na região ovariana. A mulher que toma a pílula, também tem menos risco de ter uma gestação fora do útero.

Anticoncepcionais com baixa dosagem Hormonal

Com o passar dos anos, foi se diminuindo as dosagens de hormônios nas pílulas, porque antigamente, as mulheres sofriam com inúmeros efeitos colaterais, incluindo a Trombose.

Estudos mostraram que mesmo uma quantidade menor de hormônio, garantia a eficácia da pílula e ainda melhorava a qualidade de vida da mulher que usava esse método de contracepção.

Portanto, se você escuta falar sobre pílula desse gênero, quer dizer que são pílulas que possuem baixos níveis de Estrogênio. Para quem tem medo da Trombose, por exemplo, as pílulas mais seguras são aquelas que possuem Levonorgestrel.

Dependendo da situação e saúde da mulher, o médico pode receitar determinadas combinações hormonais ou simplesmente passar as pílulas constituídas por um único hormônio.

Conheça os dez melhores anticoncepcionais disponíveis no mercado

Existem uma variedade imensa de marcas de pílulas e por isso, para te ajudar nessa escolha, separamos as melhores para você se guiar na escolhe junto com seu médico:

1)      Diane 35

Anticoncepcional Diane. Imagem: Google

O Anticoncepcional Diane não poderia ficar de fora da lista. Ele sem dúvida é um dos melhores existentes no Brasil quando o assunto é marca nacional. Ele surgiu por volta dos anos noventa e continua sendo um dos mais recomendados pelos médicos da área.

Seus benefícios têm conquistado a população feminina do país. Seu custo benefício é bastante acessível, ficando em torno de R$20,00.

2)      Elani Ciclo

Anticoncepcional Elani Ciclo

Para quem nunca ouviu falar no Elani Ciclo, ele é um método de contracepção muito eficiente e sua composição é bastante similar com o Anticoncepcional da marca Yasmin.

Além dos benefícios que ele proporciona, seu custo benefício é muito acessível. Sua cartela com vinte e um comprimidos por exemplo, gira em torno de R$35,00.

3)      Yasmin

Anticoncepcional Yasmin

O contraceptivo Yasmin faz muito sucesso entre os profissionais da área e por isso ele, é sem dúvida um dos mais recomendados por médicos da área Ginecológica. Sua grande vantagem é a pouca incidência de efeitos colaterais, além é claro, dos benefícios positivos que ele proporciona.

O Yasmin é comumente usado para o tratamento de acnes, alívio dos sintomas da TPM e ainda pode ser usado como auxílio no processo de emagrecimento. Sua cartela com 21 comprimidos gira em torno de R$55,00.

4)      Yaz

Anticoncepcional Yaz

Esse medicamento é um dos mais indicados, assim como é o caso do Yasmin. Apesar dele ser um pouco mais caro, seus benefícios são tão incríveis que é bem comum encontrara mulheres que o tomam apenas para melhorar a saúde da pele. Sua cartela com vinte e quatro comprimidos custa em torno de R$55,00.

5)      Selene

Anticoncepcional Selene

Quando o assunto é preferência, a mulherada adora o Anticoncepcional da marca Selene. Ele também é usado para tratar enfermidades decorrentes de hormônios de caráter andrógeno. Assim, ele ajuda a melhorar a acne e muitas outras infecções. A cartela com vinte e um comprimidos, gira em torno de R$17,00.

6)      Siblima

O Siblima também é um dos melhores, e seus efeitos eficazes dependem bastante da postura da mulher no seu uso. Em outras palavras, é necessário tomar ele todos os dias e no mesmo horário, assim como nos outros tipos de anticoncepcionais.

É importante também verificar com o seu médico se algum medicamento a mais que você toma, corta o efeito do Sublima. Sua cartela com vinte e quatro comprimidos, gira em torno de R$ 29,00.

7)      Diminut

Além de ter baixo custo, o Anticoncepcional da marca Diminut também entra na lista dos mais recomendados. A caixa com três cartelas de vinte e um comprimidos cada, gira em torno de R$65,00.

8)      Mercilon

O fabricante e o distribuidor do anticoncepcional da marca Mercilon no território nacional é o Organon. Ele é eficaz não só para prevenir gestação, está entre um dos anticoncepcionais com mais baixo índice de relatos femininos que tiveram aumento de peso decorrente do seu uso.

9)      Tâmisa

Existem dois tipos de Tâmisa, que se diferenciam pelo nível de Estrogênio. Assim, dependendo do que seu médico lhe indicar, você pode estar usando o remédio com maior ou menor índice desse hormônio.

Geralmente, quando se utiliza a dosagem mais baixa, as mulheres tendem a ter escapes de sangramento e em vista disso, acabam tendo que usar a dosagem maior. Uma cartela com vinte e um comprimidos, gira em torno de R$18,00.

10)  Cerazette

Esse tipo de anticoncepcional também é feito pelo laboratório Organon, cuja origem é holandesa. Para se ter uma ideia, essa empresa se dedica ao desenvolvimento de medicamentos contraceptivos desde a década de trinta e o próprio Cerazette já foi testado e recebeu diversas aprovações por parte de variados institutos. Sua cartela com vinte e oito comprimidos, gira em torno de R$29,00.

Vale enfatizar que não basta olhar a lista de Anticoncepcionais com baixa dosagem hormonal e simplesmente escolher um para começar a tomar. Em nenhuma hipótese a ajuda profissional é descartada. Caso você não saiba se tem histórico de trombose na família, seu médico lhe passará exames para fazer essa investigação.

De acordo com seu perfil médico, que o profissional irá lhe indicar a marca perfeita para o seu caso. Boa parte das mulheres que sofrem com os efeitos colaterais mais graves, são as que inicialmente começaram a tomar por conta própria.

Deixe um comentário