Anticoncepcional Iumi: como tomar, efeitos colaterais, engorda?

Há vários tipos de anticoncepcionais que podem ser adquiridos em qualquer farmácia, variando em sua fórmula e preço. Entre eles está o anticoncepcional Iumi, que se encontra entre os de maior sucesso no mercado, ou seja, é um dos mais usados.

Assim como os outros contraceptivos orais, o Iumi contém em sua composição as substâncias necessárias para que a mulher possa ter uma vida sexual ativa sem a preocupação de engravidar.

Esse anticoncepcional é um dos poucos que apresentam em sua fórmula uma baixa quantidade hormonal, o que significa que, além de prevenir a gravidez, evita que a mulher apresente efeitos colaterais comuns a esse tipo de medicamento.

Confira a seguir quais os benefícios de usar Iumi, suas contraindicações, se ele engorda ou não, entre outras informações que devem ser levadas em consideração.

O que é o Anticoncepcional Iumi

Iumi é um anticoncepcional de uso via oral, usado para a prevenção da gravidez. Além dessa função principal, esse medicamento também pode ser usado para outras finalidades, como melhorar os sintomas da menstruação (inchaço e retenção de líquido).

Há ainda casos onde esse contraceptivo é utilizado pelas mulheres que, além de desejarem evitar a gravidez, precisam realizar um tratamento contra espinhas.

Ele consiste em um medicamento que apresenta uma baixa concentração de hormônios em cada pílula, o que não interfere em sua capacidade de prevenção contra a gravidez. Trata-se de um anticoncepcional muito eficaz, sendo um dos mais usados pelas mulheres.

Composição do Anticoncepcional Iumi

A composição do Iumi é bem semelhante ao anticoncepcional Yaz. Ele é feito com a combinação de dois hormônios femininos, sendo eles a drospirenona (progestógeno) e o etinilestradiol (estrogênio). Devido à sua baixa concentração desses hormônios em sua fórmula, ele é considerado um contraceptivo de baixa dose.

Seus excipientes são: povidona, amido, lactose monoidratada, croscarmelose sódica, corante amarelo quinolina laca nº10, hipromelose, estearato de magnésio e macrogol.

Mesmo que o anticoncepcional Iumi seja um medicamento que geralmente não apresenta muitos efeitos colaterais, como é comum aos demais contraceptivos, é importante a mulher ter o conhecimento sobre os componentes presentes no anticoncepcional que usa ou pretende usar.

Como funciona esse contraceptivo

Ele atua de forma a inibir a ovulação e também provoca alterações no muco cervical (produzido no colo do útero). Dessa forma, não é possível que a mulher acabe engravidando.

Além disso, esse medicamento, por se tratar de um contraceptivo combinado, ajuda a reduzir os riscos de uma anemia causada pela deficiência do ferro. Isso acontece porque o seu uso reduz tanto a intensidade quanto a duração do sangramento.

Como resultado, também pode contribuir para minimizar a intensidade da cólica menstrual, chegando até mesma a eliminá-la definitivamente.

Como tomar anticoncepcional Iumi

A forma de tomar esse anticoncepcional é um pouco diferente em relação aos outros, pois ao invés de ter uma cartela contendo 21 comprimidos revestidos, contém 24. Isso permite um maior controle sobre o ovário.

A primeira pílula deve ser ingerida no primeiro dia da menstruação (junto a algum líquido, se achar necessário) e, nos próximos dias, uma pílula deve ser tomada novamente de preferência no mesmo horário.

A ordem dos comprimidos ingeridos deve ser feita de acordo com a indicação das setas desenhadas na cartela, o que permite saber se realmente tomou o comprimido no dia indicado.

Ao final da cartela, é feita uma pausa de 4 dias, que será o período onde ocorrerá a menstruação. No quinto dia inicia-se uma nova cartela, mesmo se o sangramento não tiver acabado.

Apesar de conter mais comprimidos do que outros contraceptivos orais, a dosagem é praticamente a mesma e, por esse motivo, não há motivo para a mulher se preocupar.

Não há nenhum horário ideal para tomar o anticoncepcional, pode ser durante a manhã, tarde ou noite, sempre no mesmo horário aproximado.

O recomendado é que a mulher escolha o horário que seja mais adequado para ela. A ingestão deve ser feita, preferencialmente, com o estômago cheio. O motivo é porque, ao tomar a pílula de jejum, a usuária pode apresentar sintomas desagradáveis, como náuseas e enjoo.

Anticoncepcional Iumi engorda?

A bula desse medicamento indica que ele promove o combate ao inchaço e retenção de líquido, o que são fatores positivos em relação ao emagrecimento. Porém, também há casos onde usuárias desse anticoncepcional reclamam ter aumentado de peso com a sua ingestão.

Isso acontece porque cada mulher tem um metabolismo diferente da outra, o que faz com que o consumo desse medicamento provoque o ganho de peso, o que está relacionado aos hormônios.

Além disso, por conta das mudanças hormonais que ocorre no corpo, também pode acontecer de o seu uso acabar estimulando o apetite. Dessa forma, a mulher passa a comer uma quantidade maior de alimentos, resultando no aumento de peso.

Somente um ginecologista poderá recomendar o uso de Iumi por um período para verificar se engorda ou não.

Anticoncepcional Iumi previne gravidez mesmo?

O fato de ser um anticoncepcional com uma baixa concentração de hormônios faz com que algumas mulheres se sintam inseguras em utilizar o Iumi, acreditando que a sua proteção contra a gravidez seja menor do que os demais contraceptivos de uso oral.

A verdade é que essa concentração hormonal mais baixa não prejudica de forma alguma a prevenção da gravidez e, por esse motivo, pode ser tomado com toda a tranquilidade. Isso sem falar que o Iumi é considerado um dos mais seguros disponíveis nas farmácias.

O seu uso, além de seguro, dificilmente causa efeitos colaterais na mulher, como pode acontecer com o uso de outros anticoncepcionais, preservando assim o corpo da usuária.

Porém, como já foi comentado, é muito importante que a mulher consulte um ginecologista para informar qual o melhor medicamento contraceptivo para ela.

Em caso de esquecimento ou uso do anticoncepcional de forma incorreta, as chances de ocorrer uma gravidez são maiores. Por isso, nesse caso, torna-se indispensável, o uso de um contraceptivo não hormonal, como a camisinha, por 7 dias.

Iumi x Trombose

O risco de trombose causado pelo consumo de anticoncepcionais é muito baixo. Apesar disso, as mulheres que apresentam uma predisposição genética podem ter os riscos aumentados. Isso se deve à presença do hormônio sintético etinilestradiol, que faz com que esse risco seja ampliado.

No caso do anticoncepcional Iumi, a formulação é considerada segura pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Análises foram feitos com as consumidoras desse medicamento e o resultado mostrou que a trombose consiste em um evento raro, afetando uma em cada 10 mil usuárias.

Alguns fatores fazem com que o risco de trombose sejam maiores, o que está presente na bula do medicamento. Entre os fatores de risco estão o tabagismo, histórico familiar e obesidade.

Por esse motivo, o médico deve levar em conta esses fatores antes de indicar o Iumi, realizando os exames necessários para confirmar ou descartar as possibilidades de a mulher ter uma predisposição genética antes de que o anticoncepcional seja recomendado.

Veja também: Tudo sobre anticoncepcional Selene

Benefícios do anticoncepcional Iumi

Os principais benefícios associados ao uso do anticoncepcional Iumi são:

  • Reduz a retenção de líquido e inchaço;
  • Contém baixa quantidade hormonal;
  • Melhora a distensão do abdômen;
  • Diminui o fluxo e a duração da menstruação;
  • Reduz a oleosidade da pele;
  • Ajuda no tratamento da acne;
  • Combate sintomas da TPM,
Anticoncepcional Iumi  Anticoncepcional Iumi: como tomar, efeitos colaterais, engorda? 19 1

Efeitos colaterais

Mesmo sendo um anticoncepcional que contém uma baixa dosagem hormonal, existe a possibilidade de que ele apresente alguns efeitos colaterais, assim como pode acontecer com o uso de outros anticoncepcionais. Os possíveis efeitos colaterais são:

  • Náuseas;
  • Dor de cabeça;
  • Sono;
  • Dor abdominal;
  • Sensibilidade nas mamas;
  • Alterações de humor;
  • Sangramento desregulado;
  • Secreção vaginal ou mamária.

Esses efeitos colaterais são raros, principalmente quando a mulher toma as pílulas corretamente. Além disso, alguns desses sintomas podem aparecer nos 3 primeiros meses de uso do anticoncepcional, o que acontece porque o organismo está se adaptando às substâncias presentes na fórmula.

Se os sintomas persistirem mesmo depois do período de adaptação, é necessário consultar um especialista para que a situação seja avaliada.

Contraindicações

Como qualquer anticoncepcional, o Iumi não deve ser ingerido se existe a suspeita de gravidez e nem quando a mulher está em período de amamentação. Além disso, o seu uso não é indicado nas seguintes situações:

  • Trombose;
  • Derrame cerebral;
  • Ataque cardíaco;
  • Derrame;
  • Icterícia;
  • Doença grave no fígado;
  • Diabetes do tipo mellitus;
  • Insuficiência renal grave;
  • Sangramento vaginal não diagnosticado;
  • Alergia a componentes da fórmula.

Iumi e o uso de antibiótico

É importante ressaltar que o uso de alguns medicamentos pode diminuir a eficácia do anticoncepcional, fazendo com que a mulher corra o risco de ter uma gravidez indesejada.

Por esse motivo, Iumi não deve ser usado em conjunto com antibióticos, como Penicilina, Ampicilina, Tetraciclina, Rifampicina e Minociclina. Além disso, outros medicamentos podem acabar interferindo em sua eficácia, sendo por isso fundamental que o médico oriente a mulher que precisa fazer o uso do anticoncepcional com algum medicamento.

O tempo para que o efeito da pílula se restabelecer é de, e média, sete dias após o término do uso do medicamento. Durante esse período, a mulher deve seguir tomando o anticoncepcional normalmente e usar preservativo nas relações sexuais.

O que fazer se a menstruarão não vier?

Se as pílulas foram tomadas de forma correta, no mesmo horário e não houve uma diarreia, vômito ou interação com outros medicamentos, a possibilidade de que a mulher esteja grávida é muito pequena. Nesse caso, a próxima cartela deve ser continuada normalmente após a pausa de 4 dias.

Mas se houve o esquecimento de mais de um comprimido e não houve sangramento por dois meses consecutivos, é possível que esteja grávida. Antes de começar a nova cartela é preciso procurar um médico para que a suspeita seja afastada.

Preços

O preço médio do anticoncepcional Iumi é por volta de R$ 35. Apesar do seu preço ser um pouco elevado em relação a outros contraceptivos via oral, é importante lembrar que vale a pena comprá-lo, já que o seu uso não resulta em tantos efeitos colaterais, como é o caso de outros anticoncepcionais.

Assim como qualquer anticoncepcional, o uso de Iumi deverá ser feito apenas com indicação de um ginecologista. Dessa forma, será possível saber se a sua fórmula é a mais adequada para o seu caso.



Leia também!

Deixe um comentário