Chá de canela aborta? Mito ou verdade?

Você provavelmente já leu em algum lugar ou ouviu de alguém que o chá de canela aborta. Na cultura popular, esse é um conhecimento que atravessa gerações. O assunto, como é de se esperar, acaba sendo um tanto quanto polêmico.

Assim, como a afirmação coloca em alerta as mamães que não querem prejudicar a gravidez, ela também desperta a curiosidade das mulheres que engravidaram por descuido e, por um momento, pensaram em interromper a gravidez.

Aqui no Brasil, o aborto não é legalizado e por isso é considerado um crime, salvo em casos específicos amparados por lei. Mas afinal, será que o chá de canela aborta realmente? Quais são os benefícios e malefícios da bebida? Descubra tudo isso a seguir!

O chá de canela aborta?

A descoberta de uma gravidez acarreta em uma série de mudanças na vida da mulher. Uma delas, sem dúvida, é a alimentação. Nesse período da gestação, a diversidade de nutrientes influencia diretamente a saúde da gestante e o desenvolvimento do bebê. Por isso, as recomendações médicas devem ser seguidas à risca nessa fase.

Ainda que as propriedades abortivas do chá de canela não estejam pautadas em estudos oficiais, os médicos normalmente contraindicam o consumo da bebida durante a gravidez. Principalmente nos casos em que já existe um histórico de aborto espontâneo.

Se não há nada comprovado, por que dizem o que o chá de canela aborta?

Obviamente, o chá de canela não conquistou essa fama sem motivo. A especiaria é considerada um poderoso estimulante que, entre outras coisas, atua sobre as contrações musculares. Inclusive as do útero! Em função disso, entende-se que ela estimularia também a expulsão do endométrio, interrompendo uma possível gestação.

Além disso, existem outras razões para que o chá de canela seja eliminado da dieta para gestante. Obviamente, não é uma xícara da bebida que vai desencadear alguma consequência grave, mas só o médico está apto a liberar o consumo da bebida.

Conheça outras possíveis complicações:

Elevação da pressão arterial

Quem tem problemas de hipertensão deve tomar cuidado com a ingestão do chá de canela e jamais fazê-lo sem antes buscar orientação médica. Apenas um profissional poderá analisar cada situação e indicar se a bebida é segura ou não.

Isso acontece porque a especiaria estimula o fluxo sanguíneo e, consequentemente, eleva a pressão arterial. Em vista disso, ainda que você nunca tenha apresentado um sintoma, leve em consideração também o seu histórico familiar.

Problemas na coagulação do sangue

O ingrediente pode interagir com medicamentos anticoagulantes. Portanto, se você fizer uso desse tipo de medicação, precisa tomar cuidado com o consumo da especiaria.

Isso se deve à presença de cumarina, uma substância natural que interfere na coagulação do sangue. Dessa forma, a combinação entre os dois pode ocasionar hemorragias.

É importante frisar que, em relação às propriedades abortivas da canela, não existe nenhuma evidência científica que comprove ou descarte completamente a possibilidade. Há quem diga, por exemplo, que para que um aborto aconteça, é preciso ingerir uma quantidade excessiva da especiaria.

Entre a comunidade médica e científica, não existe um acordo sobre a quantidade máxima a ser ingerida com segurança durante a gravidez. Portanto, siga as recomendações do seu ginecologista.

Por mais que não exista nenhuma comprovação de que o chá de canela aborta, não custa nada evitar a bebida nesse período, certo?

Chá de canela faz a menstruação descer?

Partindo do mesmo princípio que levou as pessoas a se perguntarem se o chá de canela aborta, muitas também acreditam que a bebida é capaz de acelerar a menstruação. Ou seja, ela teria o poder de adiantar o período menstrual, uma vez que estimula as contrações do útero.

Veja também: A influência do estresse no ciclo menstrual

Porém, até onde vai o conhecimento popular, esse recurso não funciona em qualquer semana do ciclo menstrual e não antecipa a menstruação em mais do que dois ou três dias. Ou seja, dependendo do seu organismo e da duração regular da sua, talvez nem faça tanta diferença assim. E, claro, não há garantia sequer de que vá mesmo funcionar.

Chá de canela ajuda no parto?

Além de estimular as contrações uterinas, a canela também pode elevar o fluxo sanguíneo. Por esse motivo, o consumo de chá não é recomendado próximo à realização de cirurgias, como é o caso de uma cesárea, já que o risco de hemorragias aumenta.

Mesmo no parto normal, é essencial considerar todas as variáveis, como a necessidade de uma intervenção cirúrgica caso algo não ocorra como planejado. Sendo assim, mesmo nesse tipo de parto, a bebida feita com a especiaria também não é indicada.


Leia também!

Deixe um comentário