Endometriose: sintomas, causas, tratamento

A Endometriose é uma doença benigna caracterizada pelo crescimento de um tecido que reveste o útero, chamado endométrio, fora de onde ele deveria crescer. Ou seja, o tecido cresce fora do útero.

De modo geral, a endometriose pode atingir mulheres desde a primeira menstruação até a última.

O diagnóstico da doença ocorre mais frequentemente por volta dos 30 anos de idade.

Estudos indicam que pacientes com fluxo menstrual mais intenso e mais frequente teriam maior risco de desenvolver a doença.

O consumo de álcool e cafeína tem sido associado ao aumento da probabilidade de desenvolver a doença. Por outro lado, a pratica de atividades físicas regulares indicam a redução das chances de surgimento da endometriose.

As causas da endometriose ainda são desconhecidas, não havendo consenso entre médicos e pesquisadores. Sabe-se, no entanto, como a doença surge.

Quando não há fecundação, as células do endométrio, ao invés de seguirem o curso natural e serem expelidas pela menstruação, tomam sentido contrário ao esperado e se depositam em outros órgãos, como por exemplo, no ovário.

Sintomas da endometriose

Os sintomas da endometriose são frequentemente confundidos com outros sinais comuns ao período menstrual, como cólicas fortes, e por essa razão passam despercebidos.

Há casos, porém, nos quais as mulheres não sentem nenhum tipo de desconforto o que dificulta o diagnóstico.

Dentre os sintomas mais conhecidos da doença estão as dores similares a cólicas menstruais, dores abdominais em decorrência de relações sexuais, e dor no intestino simultaneamente ao período menstrual.

Outros sintomas são:

  • Fadiga crônica e exaustão;
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade.
  • Sangramento menstrual intenso ou irregular;
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação

Tratamento da endometriose

No enfrentamento das dores ocasionadas pela endometriose podem ser utilizados tratamentos cirúrgicos, por meio de medicamentos, ou ainda a combinação de ambos.

A escolha da melhor forma de tratamento varia de acordo com o quadro da doença, seguindo sempre orientação médica.

Endometriose  Endometriose: sintomas, causas, tratamento endometriose

Medicamentos

Os tipos de medicamentos existentes no mercado para o combate das dores da endometriose são bastante variados.

São medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios, sendo que, atualmente, a utilização do DIU com levonorgestrel também auxilia na redução dos sintomas da doença.

Como a endometriose pode causar infertilidade, caso a paciente deseje engravidar, é recomendável a opção pelo método de fertilização in vitro.

Nessas situações, a paciente deverá ser encaminhada a um Centro de Reprodução Humana.

Cirurgia

O tratamento cirúrgico consiste em um procedimento chamado laparoscopia.

A laparoscopia pode ser utilizada para eliminar focos da doença, complicações em decorrência da doença, ou ainda para remoção de órgãos afetados.

Dependendo das condições de evolução da endometriose é possível também o tratamento com laparoscopia à laser.

A videolaparoscopia é uma outra forma de tratamento cirúrgico que, além de diagnosticar as lesões e distúrbios causados pela doença, também inicia o tratamento simultaneamente.

Qualquer que seja a opção de tratamento da endometriose adotada conforme orientação médica, é importante ressaltar que não haverá cura permanente da doença.

O tratamento da endometriose é realizado com os objetivos de reduzir os sintomas, aumentar as chances de gravidez e reduzir lesões causadas pela doença.

Leia também!

Deixe um comentário