Infecção urinária na gravidez: sintomas e como tratar

A gravidez é uma fase maravilhosa na vida de qualquer mulher, mas é normal trazer consigo alguns sintomas indesejáveis, tais como os da infecção urinária, também conhecida como cistite.

Como explica o urologista e professor da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC), Marcos Tobias Machado, “a infecção do trato urinário consiste na presença de bactérias na urina com repercussão clínica”. Apesar de desagradável, mas pode ser facilmente tratada, caso diagnosticada com antecedência. Confira abaixo os principais sintomas:

Sintomas

  • Dor para urinar;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Em casos mais graves, dor lombar e febre;
  • Possibilidade de septicemia (infecção generalizada).

Ao engravidar, é importante estar sempre atenta às mudanças no corpo e no organismo. Os sintomas da infecção urinária são característicos e, no caso de se manifestarem, o primeiro passo a ser dado é procurar um especialista.

Principais causas da infecção urinária da gravidez

Segundo o Dr. Marcos, “as mulheres de uma maneira geral são predispostas à infecção urinária devido à posição anatômica da uretra e do ânus, permitindo que as bactérias de origem intestinal, como a Escherichia Coli, penetrem através da uretra”. Nas mulheres grávidas, os riscos são ainda maiores por alguns fatores:

  • Embebição dos tecidos (elevação do teor aquoso dos tecidos);
  • Redução dos fatores protetores locais no trato urinário;
  • Aumento da circulação sanguínea na região pélvica, que resulta no aumento da umidade na vagina;
  • Aumento do volume do útero, que pode fazer com que a urina fique acumulada no canal.

Infecção urinária na gravidez: como tratar

  • Antibióticos: segundo o médico, os antibióticos não devem ultrapassar a barreira placentária para não causar danos ao bebê, “sendo preferível, em casos não complicados, cefalosporinas de primeira geração, como a cefalexina ambulatorial por via oral durante 7 dias”.
  • Internação: necessária apenas em casos mais graves com o emprego de antibióticos endovenosos. “Os casos associados à obstrução do trato urinário podem necessitar de procedimento cirúrgico para drenar a urina”, completa Marcos.
infecção urinária na gravidez

Tratamentos caseiros

  • Hidratação: tomar bastante água ajuda na hidratação do organismo, contribuindo também com a diluição da urina, de modo a evitar que a mesma cristalize.
  • Suco de cranberry: rico em vitaminas C e E, o cranberry ajuda a tratar e a combater novos episódios de infecção urinária.
  • Ingestão de vitamina C: assim como o cranberry, outras frutas também são ricas em vitamina C (que ajuda a liberar as toxinas do organismo), tais como: laranja, toranja, kiwi, abacaxi, morango, groselha preta, etc.
  • Chá de manjericão: com ação inibitória, o chá de manjericão é ideal para combater as bactérias da infecção urinária.

Começar o tratamento adequado o quanto antes é de extrema importância para curar a infecção urinária e evitar que o quadro se agrave. Aliados aos antibióticos e às medidas caseiras, algumas ações simples no dia a dia ajudam a combater o problema, como urinar antes e após a relação sexual, realizar a higiene íntima diariamente e consumir alimentos diuréticos (melancia, aspargo, graviola, laranja, entre outros).

Leia também!

Deixe um comentário