Período de ovulação: Quais sintomas? Engravida?

A mulher quando deseja engravidar já fica atenta ao período de ovulação. O período de ovulação corresponde a quando a mulher está fértil e por consequência pode engravidar. Por isso muitas mulheres que desejam ter filhos começam a querer calcular quando é seu período fértil.

O cálculo não é difícil, e alguns sites até mesmo apresentam uma calculadora para facilitar o trabalho das futuras mamães. Além disso, você pode saber que está no período de ovulação através de alguns sintomas que seu corpo pode apresentar, como dor, muco, aumento de libido, entre outros.

Você vai encontrar informações mais detalhadas no decorrer do artigo. As informações poderão te ajudar a saber quando poderá ocorrer sua evolução para que você possa se preparar, para engravidar, se esse é seu desejo.

Mas primeiro, vamos entender…

O que é ovulação?

A ovulação é o período em que os óvulos da mulher estão maduros e prontos para serem fecundados pelos espermatozoides.

A ovulação acontece uma vez a cada ciclo menstrual. Geralmente ela ocorre de 12 a 16 dias antes do início da próxima menstruação.

Nesse período o corpo da mulher aumenta a produção do estrogênio (hormônio relacionado ao controle da ovulação e o desenvolvimento de características femininas).

Isso provoca o crescimento do endométrio, que é o tecido que cobre o útero, assim como o aumento súbito do hormônio luteinizante, que por sua vez permite a liberação do óvulo maduro do ovário.

Algo interessante é que são vários os folículos que começam a se desenvolver, no entanto somente haverá um em que o óvulo amadurecerá dentro do folículo e posteriormente será liberado para uma possível fecundação.

O endométrico fica mais espesso, com nutrientes e sangue para que se houver gravidez o óvulo fecundado tenha todos os nutrientes que precisa para se desenvolver. A ovulação geralmente dura entre 24 a 36 horas. O óvulo pode ser fertilizado até 24 horas após a ovulação.

É interessante saber que enquanto o óvulo sobrevive apenas um dia no corpo da mulher, em contrapartida o espermatozoide pode sobreviver por até três dias. Por isso há a chance do espermatozoide fecundar o óvulo durante o período fértil.

Depois da ovulação o folículo que foi esvaziado pelo óvulo encolhe, e se o óvulo não é fecundado, os níveis dos hormônios estrogênio e progesterona diminuem.

O revestimento espesso do endométrio começa a se decompor, pois não tem mais a grande quantidade de hormônios para se manter. E assim o corpo acaba descartando ele junto com o óvulo não fecundado. E assim se dá início à menstruação.

Mas se o óvulo for fecundado, ele se implanta no endométrio. Essa fase geralmente dura uma semana. Em seguida o corpo começa a produzir o hormônio da gravidez, que se chama Gonadotrofina Coriônica Humana.

Ele mantém o folículo esvaziado ativo e continuam a ser produzidos os hormônios estrogênio e progesterona até que se tenha todos os nutrientes que o embrião necessita e a placenta esteja preparada para manter a gravidez.

Como calcular a ovulação?

Imagem via Youtube

Primeiramente você deve saber quantos dias dura em média seu ciclo menstrual.

O ciclo menstrual é dividido em duas fases: a fase folicular – em que são desenvolvidos os folículos ovarianos, que são uma espécie de cápsula que abriga os óvulos até que estejam maduros – e a fase lútea – em que o corpo da mulher se prepara para uma possível gravidez.

A ovulação por sua vez acontece entre essas duas fases.

O ciclo menstrual regular ocorre de 25 a 30 dias. Você deve contar o número de dias que equivale a seu ciclo menstrual como, por exemplo, 28 dias e subtrair 14 dias. O resultado é o dia de sua ovulação, que nesse exemplo seria no 14º dia do ciclo menstrual.

Já o período fértil ocorre no intervalo de 6 dias que acaba no dia da ovulação. Então você teria que pegar o resultado, que no exemplo é 14 e contar 5 para trás, o que daria 9. Então do dia nono ao décimo quarto seriam os dias em que você se encontra no dia fértil.

Por outro lado as mulheres que tem o ciclo irregular devem verificar a duração dos ciclos dos últimos seis meses e subtrair 18 do ciclo mais curto. Por exemplo, se uma mulher tem um ciclo de 33 dias, deve subtrair 18 desse número. O resultado dará 15, ou seja, o período de ovulação será no décimo quinto dia do ciclo menstrual.

Qual o melhor período para engravidar?

O melhor período para engravidar é entre o décimo primeiro e o décimo sexto dia após o primeiro dia da última menstruação.

Calculadora de Ovulação

Para facilitar essa conta alguns sites apresentam uma calculadora para que você possa calcular o período de ovulação e o período fértil.

No site Clearblue, que é uma marca famosa de testes de gravidez você vai encontrar uma calculadora.

Ao clicar nessa página você verá um retângulo azul com o título “Calculadora de Ovulação”, você deve colocar a data de quando iniciou sua última menstruação e a duração habitual do seu ciclo. Em seguida clique em “Estimativa de Ovulação”.

O resultado será a possível data da sua próxima ovulação e os dias em que você estará fértil, assim como a porcentagem de fertilidade.

No site Baby Center Brasil, que fala sobre assuntos relacionados a gravidez e bebês, você também vai encontrar uma calculadora de ovulação.

Funciona mais ou menos da mesma forma. Ao clicar nessa página você encontrará um retângulo cinza com o título “Calculadora de Ovulação”. Você deverá da mesma forma indicar em que data iniciou sua última menstruação e quantos dias dura seu ciclo. Então é só clicar em “Calcular”. O site mostrará os dias em que você estará fértil no novo ciclo.

Teste de Ovulação

Se você quer ter total certeza de que está ovulando, saiba que além da calculadora você também pode comprar o teste de ovulação, que é muito parecido com o teste de gravidez comprado em farmácia. Ele consegue detectar o aumento dos níveis hormonais do hormônio luteinizante através de uma pequena amostra de urina.

Entre os testes há o teste de ovulaçãoda marca Clearblue que como falamos anteriormente é famosa por seus testes de gravidez.

O teste vai indicar para você seus dois dias mais férteis para engravidar, sua precisão é de 99%, os resultados digitais aparecem em um visor digital e é fácil de usar.

Também há o teste de ovulação da marca Famivita. Ele vem com tiras, sendo que a coleta pode ser feita mais de uma vez e deve ser feita sempre no mesmo horário, entre as 10 e 20 horas.

A amostra também deve ser coletada através de um copo coletor limpo, sendo que a tira deve ser mergulhada no copo. O resultado fica nítido em até cinco minutos.

O resultado do teste pode ser:

Positivo – quando a mulher está no período fértil e aparece duas linhas;

Negativo – quando não está no período fértil e aparece apenas uma linha;

Teste Inválido – quando não é possível ver nenhuma linha na área de controle.

Sintomas da Ovulação

Além da calculadora e os testes de ovulação você também pode saber que está no período de ovulação através de sintomas que podem se apresentar, pois durante esse meio tempo o organismo da mulher muda.

Mas é importante lembrar que cada mulher tem um organismo diferente e por isso cada um responderá de uma forma às mudanças hormonais, podendo apresentar sintomas que não são os mesmos de uma mulher para outra. Isso também explica porque os ciclos menstruais de algumas mulheres são regulares enquanto os de outras são irregulares.

Entre os sintomas mais comuns estão:

Secreção Vaginal

A secreção ocorre na fase folicular, quando a cápsula libera o hormônio estradiol, que é responsável pela secreção.

A secreção tem a função de lubrificar e auxiliar a entrada dos espermatozoides no canal vaginal. Esse é o primeiro sintoma que você pode notar, indicando que o período de ovulação está próximo.

É interessante que após a ovulação a secreção vaginal volta a ser inóspita para os espermatozoides.

A secreção geralmente se assemelha a uma clara de ovo crua, sendo transparente e viscosa, facilmente notada quando a mulher vai ao banheiro.

Mas pode acontecer de algumas mulheres não apresentarem muco ou ele ser tão mínimo que não é percebido. Isso pode indicar a menor concentração do hormônio estrogênio.

Elevação da Temperatura

Também pode acontecer a elevação da temperatura. Ela é pequena, geralmente aumenta meio grau. Isso acontece quando os folículos liberam os óvulos e o hormônio progesterona, que por sua vez faz com que ocorra essa mudança.

Quando estiver próximo do período de ovulação é um bom teste você medir sua temperatura. Se a temperatura cair em um dia e no dia seguinte se elevar é um sinal que está acontecendo a ovulação. Geralmente essa elevação dura por cerca de quatro dias, e após esse tempo o período fértil termina.

Dor Pélvica

Imagem via Alira Clínica

Outro sintoma é a dor pélvica, que também pode ser comparada a uma cólica menstrual. A dor é a indicação que a mulher está ovulando.

A dor pode ser causada devido ao crescimento folicular, que pode esticar a superfície do ovário ou mesmo quando o folículo do óvulo é rompido e pode causar irritação do revestimento abdominal.

A dor geralmente ocorre na parte inferior da barriga e não é tão forte quanto à cólica menstrual.

Mas se a dor for intensa o ideal é que a mulher tome analgésicos para aliviar, banhos mornos e use bolsas de água quente sob o abdômen. Descansar e ingerir líquidos também pode ajudar.

Sangramento

Também pode haver sangramento durante a ovulação. Ele ocorre, pois pode haver o sangramento do folículo durante seu rompimento para liberar os óvulos.

O sangramento pode ser avermelhado e com muco marrom, ou mesmo com uma tonalidade mais claro, como um rosa.

Mulheres que tomam medicamentos para induzir a ovulação podem ter um sangramento em maiores proporções.

Mudança de Humor

A mulher também pode sofrer mudanças no humor durante o período de ovulação, isso ocorre devido às mudanças hormonais que acontecem no corpo feminino.

No entanto a mudança de humor é mais vista no fim do período fértil, quando a mulher já ovulou e os níveis de progesterona estão bem altos. Assim a mulher pode ter mais irritação e sensibilidade emocional.

Mudança nos Seios

Durante o período de ovulação os seios também podem parecer mais pesados, inchados ou doloridos.

Mudança na Vagina

Também é possível identificar mudanças na vagina, que costuma ficar mais sensível e com a vulva inchada.

Dor de Cabeça

Imagem via Boa Forma

Devido à diminuição de estrogênio a mulher também pode sentir dores de cabeça. É algo normal, mas se há a presença de mal-estar o ideal é consultar um ginecologista para passar um tratamento.

A dor de cabeça pode intensificar devido ao uso de anticoncepcionais, é importante a consulta ao médico, pois ele pode indicar que é necessário mudar a marca da pílula, se for o caso. Esse tipo de dor costuma atingir apenas um lado da cabeça.

Algumas mulheres também podem apresentar como sintoma a enxaqueca, que apesar de não ser muito comum é vista com maior frequência em mulheres que sofrem disso.

Náuseas

As náuseas também não são comuns e costumam acontecer devido à enxaqueca, mudanças hormonais ou sem razão aparente.

Outras Dores

Outro sintoma que pode aparecer é dores nas costas e nos rins. Isso acontece devido à presença de algumas cãibras de baixa intensidade na região lombar inferior.

Aumento do Apetite

A mulher também pode sentir um aumento de apetite durante o período de ovulação. Também é possível notar um leve aumento de peso.

Aumento da Libido

No período de ovulação também é comum a mulher sentir mais desejo sexual. Isso acontece devido à ação do hormônio progesterona.

Aumento na Quantidade de Gases

Nesse período também pode ocorrer o aumento na produção de gases. Isso além de gerar um grande desconforto pode causar dores de estômago. Para evitar não coma legumes, já que eles contribuem para a produção de gases.

Agora é só ficar atenta aos sintomas e se certificar se está ovulando ou não. Dessa forma poderá realizar o cálculo da ovulação e se preparar para poder engravidar ou caso seja sua escolha, evitar.

Leia também!

Deixe um comentário